Já ouviu falar de holding patrimonial?

A holding patrimonial nada mais é do que uma empresa que tem a finalidade de controlar o patrimônio de uma instituição privada ou mesmo de indivíduos e famílias visando a proteção patrimonial, a sucessão e economia de impostos, por meio de uma facilitação financeira e tributária, centralizando todos os atos e direitos em uma única instituição, ou seja, é projetada para administrar ativos como imóveis, terrenos, veículos e demais bens e ativos com segurança e eficiência.

A palavra holding é de origem inglesa, e significa segurar, manter, conservar ou controlar.

Vale dizer que em certos casos, existem holdings com interesses minoritários que tem o objetivo de fazer investimentos. De qualquer forma, é importante buscar a força do mercado em que as empresas operam. Além disso, você cria uma conexão entre todas as empresas existentes.

Assim, ao constituir uma holding empresarial, é importante avaliar algumas questões, tais como:  

  • Determinação dos setores: avaliar o mercado e as melhores oportunidades de negócios;
  • Definição e execução do plano de negócios: definir metas e objetivos para os próximos anos, considerando equipe, capital, plano de investimento, planejamento estratégico, financeiro e operacional;

Tipos de holdings

Existem várias classificações para a holding empresarial, mas as principais são:

  • Holding pura: é uma empresa que tem a finalidade de participar do capital de outras sociedades, atuando como controladora e responsável por todas as alterações da empresa. . Não tem benefícios tributários e utiliza receitas não tributáveis para pagar as despesas dedutíveis.
  • Holding mista: além de participar do capital social de outras empresas, também exerce a exploração de outras atividades empresariais, principalmente a prestação de serviços civis e atividades comerciais. Esse tipo de negócio pode gerar receitas tributáveis para despesas dedutíveis.
  • Holding de participação: é constituída para centralizar a administração de outras empresas, definindo suas metas, planos, planejamento. De uma forma geral, assume a administração de sociedades minoritárias, cujas empresas não há o interesse pessoal do pequeno acionista no envolvimento ativo das decisões da empresa.
  • Holding Patrimonial: é constituída com o objetivo de integralizar bens, como imóveis, ao capital social da empresa com o objetivo de facilitar a gestão e gerar benefícios fiscais e sucessórios. A holding patrimonial pode atuar na compra, venda e locação de imóveis próprios. É bastante utilizada por famílias e pessoas que possuem bastante bens, em sua maioria, imóveis.

Alguns dos benefícios de uma holding empresarial

– Possibilidade de ser um dos principais elementos da negociação, compra de produtos e serviços, avaliação financeira, obtenção de linha de crédito, entre outros;

– Maior disponibilidade de capital de giro em comparação a um negócio autônomo;

– Facilidade de recursos financeiros entre empresas do mesmo grupo econômico,

– Gestão financeira mais eficiente e equilibrada;

– Fortalecimento da estrutura dos negócios;

– Redução dos conflitos entre as empresas do grupo econômico, concentrando forças e recursos nas decisões estratégicas futuras;

– Benefícios fiscais e redução na tributação;

– Maior lucratividade e capital de giro;

– Planejamento sucessório seguro, eficaz e tranquilo.

Se esse conteúdo foi útil de alguma forma, deixe um comentário abaixo com sua opinião e eventuais dúvidas sobre holding empresarial.